terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Paixão, devoção...coisa do gênero


Nossa, eu sempre quis ter um amor apaixonante, com devoção, sabe...adoro ouvir de pessoas observando casais que já estão juntos há muito tempo: "Ele é louco por ela..." ou "Ela é louca por ele..." apesar de que a mulher ser louca já é até pejorativo, então acho mais bonito quando o homem se faz reconher apaixonado por sua mulher...ontem fiquei pensando essas coisas e pensando...será que Rodrigo me ama? Será que ele é louco por mim? Narcisismo? Insegurança? Vontade? Desejo de ter um amor forte? Não sei, mas que penso essas coisas de vez em quando e chego a sentir vergonha...porque onde é que se diz ou escreve essas coisas? E eu não queria ficar solitária pensando essas coisas...aí pensei, será que Rodrigo também se questiona essas coisas e será que dou a ele demonstrações desse amor ardente que sinto por ele? Nossa, só sei que a relação está em dia com a libido (bom para quem quer produzir bebê, né?), mas o bacana é que depois de quase 5 anos, temos nos reencontrado...depois de tanto tumulto, adaptação, briga, desgaste...flertar é um luxo, que valorizo e primo mesmo! Eu acordei e estava sonhando com Rodrigo...sonhei que estávamos em uma mansão, em uma cidade que não conheço, em família, com Lu e Biel e tal...então de repente, Digo me pegou no carro e subiu uma ladeira, que estava engarrafada (parecia Salvador com Saquarema...rs), então ele me jogou por cima do volante ou do colo dele e começou aquele amasso...ai, ai...quase pirei...ele dizia coisas no meu ouvido que faziam minha alma entrar em volúpia...que sonho bom!!!!!!!!!!!!! Então, vou esperar até a noite e quem sabe colocar algo do sonho em prática...amar se aprende amando, como dizia Carlos Drummond de Andrade

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...